terça-feira, 1 de abril de 2008

FALCON 7X - Fly By Wire Testes

Adaptado para o Português(Brazil) de material fornecido pelo site
http://www.dassaultfalcon.com/7x/


video

Falcon 7X

Um pássaro estende suas asas num abraço no ar.

Seu reflexo no instante é instintivo, suave.

Cada pena age e reage colocando-a auto protegida há mais de milhões de anos.

E encontrada somente na natureza, e no tão superior gênio da mente humana, com o qual a tecnologia pôde voar Fly By Wire.

Fly By Wire tem tornado nos dias atuais no mais avançado sistema para manusear controles de vôo, usando uma rede de sofisticados computadores que sente a posição e atitude e não somente o curso, mas a trajetória do avião, interprentando cada movimento do piloto para a rede de vários modos de controle do avião como as penas dos pássaros.

Hoje sistemas digitais permitem engenheiros usarem uma total nova coleção de projetos para criar uma aeronave tão parecida com um pássaro.

E permite um particular controle deste valente pássaro em duas vezes a velocidade do som e em nove vezes a força da gravidade.

E agora, estes espíritos do sistema digital de controle de vôo agindo no lugar de ítens antigoshá mais de trinta anos de experiência em jatos caças está embutido no único projeto de jato executivo a usá-lo.

O incrível FALCON 7X, permitindo ao piloto ficar numa precisa trajetória de vôo, voando suave e seguramente da decolagem ao pouso.


Dentro de todos tipos de condições meteorológicas.
Mesmo nas regiões mais frias do planeta, Norte do Canadá, Resolute Bay, o 7X é capaz de fazer escala e decolar novamente sem problema sob temperatura de menos 33 graus (-33ºC).

Estas condições de extremas temperaturas é a condição ideal para testar todos os sistemas e AVIONICS do FALCON 7X.

Montanhas Rochosas, Colorado, USA - Teste de decolagem e pouso em pista situada em alta altitude. Esta está situada a 10000 pés em relação ao nível médio do mar. Nesta alta altitude é essencial checar todos parâmetros antes da primeira decolagem. Os engenheiros checam a partida dos motores, um por um, nesta atmosfera com tão baixa densidade. Todos sistemas do avião são engajados. O sistema de ar condicionado interno da aeronave satisfaz todas espectativas.

Chega o momento da verdade!

Decolando da parte central da pista, como se estivesse sendo feita uma decolagem em pista curta, com uma potência alta para decolagem da pista a 10000 pés de altitude, a aeronave decola ou pousa como se estivesse ao nível do mar.

A aeronave tem alcance de 11000 Km. Pode fazer vôo de New York até Buenos Aires, com 8 passageiros, 3 tripulantes e ainda ter após o pouso reserva de combustível para cumprir as regras de vôo por instrumento, seguindo para uma alternativa caso não consiga pousar no destino.

Por muitos anos, pilotos consideraram as asas do FALCON 900 EX como o modelo de eficiência aerodinâmica e insuperável qualidade de construção. O FALCON 7X continua esssa tradição com o desenho da asa mais avançada da aviação executiva.

Combinado com outras melhorias, o FALCON 7X, tem um aperfeiçoamento de 30 porcento na eficiência aerodinâmica.

Otimização transônica envolve retardo no início do 'buffet' do Número de Mach, permitindo mais altas velocidades de cruzeiro sem o abrupto aumento do arrasto. A otimização de baixa velocidade resulta em três vezes mais sustentação sendo gerada na configuração de aproximação do que em cruzeiro ( SLATS e FLAPS totalmente estendidos ). Velocidades de aproximação será tão baixa quanto 104 Knots (=192 Km/h), dando ao FALCON 7X a habilidade de operar em pistas consideravelmente curtas.

Tal otimização de formatao de asa pode somente ser efetuada com o uso dos mais avançados programas de computadores, incluindo novas ferramentas de desenho para avaliar efeitos aerodinâmicos de flexibilidade das asas sob várias cargas e em várias velocidades.


Igualmente importante é a vasta experiência requerida para interpretar tais dados. Dirigido por uma paixão pelo refinamento aerodinâmico e anos de construção de aviões caças. A Dassault é unicamente qualificada para esta tarefa.

E, como pilotos têm esperado da Dassault, as asas do FALCON 7X serão livres de suplementos que aumentam a capacidade ou corrigem falhas aerodinâmicas no desenho de asas, como sejam, 'winglets' ou 'FENCES' e 'geradores de vortex'.

Somente a asa, ela mesma, guiará o fluxo de ar suave e eficientemente através de sua superfície.

O painel foi desenhado por pilotos e para pilotos.

A pesquisa para manutenção da aeronave é feita virtualmente. Vemos nestas imagens mecânicos de aviação simulando a ida até o ponto onde há necessidade de reparos. Isto poupa tempo homem/hora de trabalho baixando os custos da manutenção.


Nenhum comentário: